As fases de um Projeto de Arquitetura

01/06/2015 15:42

Fora do setor da construção civil, são poucas as pessoas que realmente sabem o que é um Projeto de Arquitetura.

Atualmente, com o avanço dos softwares de desenho, fazer uma planta ficou realmente muito mais fácil e rápido, mas não simplificou a real estrutura da elaboração de um projeto.Um Projeto de Arquitetura Completo, ou seja, bem-elaborado, normalmente passa pelas seguintes etapas: Levantamento/Visita ao Local, Estudo Preliminar, Projeto Legal, Anteprojeto, Projeto Executivo e Detalhamento. Cada item citado tem uma importância que pode ser maior ou menor, de acordo com o vulto da obra.

O Levantamento/Visita ao Local

Como o próprio nome já diz, é uma visita prévia ao local da obra, para que o arquiteto veja o terreno e o entorno (vizinhança). Nesta fase, serão anotadas as dimensões de prédios existentes que venham a ser aproveitados (ampliações e reformas), criando uma planta que servirá de base para o futuro estudo.

O Estudo Preliminar

É na fase de estudo que são elaboradas as primeiras plantas do futuro projeto. Dependendo do tamanho do que se deseja edificar, ela pode ser mais simpls ou mais detalhada. Pode ser colorida, apresentar mobiliários e ser acompanhada de perspectivas, quando necessário. Pode haver mais de uma opção para o mesmo local, cabendo ao cliente escolher aquela que mais lhe agrade. Quando o cliente não se satisfaz por completo com nenhuma solução apresentada, podem ser realizados novos estudos, descartando ou adaptando os anteriores. Em alguns casos, projetos como estrutura e fundação, dentre outros, também são consebidos dentro desta etapa, auxiliando decisões posteriores.

O Projeto Legal

Ele é um avanço dentro da opção escolhida pelo cliente. Nesta fase, o projeto começa a se definir. São elaboradas plantas, cortes e fachadas de todo o projeto, com áreas, dimensão das esquadrias, níveis e diversas informações que servirão para dar entrada na licença da obra junto à prefeitura local.

O Anteprojeto

Esta etapa é quando, são elaboradas as plantas que serão enviadas ao projetistas complementares (calculistas, instaladores, dentre outros), para que eles elaborem seus respectivos projetos. Aqui são elaborados os Ateprojetos de todas as especialidades para serem analisados durantes a etapa seguinte.

O Projeto Executivo

Esta é uma das fases mais importantes de um projeto. Nela, são analisados todos os projetos e é feita a chamada compatibilização, na qual são verificadas todas as possíveis interferências entre arquitetura, estrutura e instalação, evitando sobreposição de elementos, como por exemplo, um cano cruzando uma viga, o que, sem previsão, poderia atrasar na obra. As plantas baixas, cortes e fachadas desta etapa devem apresentar o maior número de informações possível, a fim de evitar dúvidas, contendo, de preferência, a localização da estrutura e dos pontos de instalação. São indicados também os acabamentos dos ambientes.

O Detalhamento

Esta é uma etapa importante, mas quase sempre esquecida. São feitas plantas ou cadernos com desenhos indicando como serão executados os acabamentos. É ele que evita grande parte dos “pepinos” que se encontram em obras civis. Todos os detalhes deverão estar referenciados nas plantas do Projeto Executivo.

É a existência ou não de alguns desses itens que normalmente faz um projeto ficar mais barato ou mais caro. Por isso, antes de contratar um projeto, pergunte sempre a seu arquiteto o que está incluído no escopo dele.

Além do trabalho do arquiteto, na realização de todo projeto, deve-se avaliar a necessidade da contratação de outros profissionais especializados, como topógrafos, calculistas e instaladores e outros, que serão responsáveis pela elaboração das chamados projetos das especialidades. Estes profissionais poderão ser indicados pelo cliente ou pelo arquiteto.