Aproveitamento de água de chuva deve ser atitude presente em condomínios

02/06/2015 17:00

Devido às agressões ambientais que ocorrem em todo o mundo, no caso do Brasil, a população já sofre com os efeitos do desmatamento da Amazônia que estão diretamente ligados à falta de água no Estado de São Paulo e em outros estados. A tendência é que um bem tão precioso para a vida, assim como a água se torne cada vez mais escasso nos próximos anos. Segundo Marcos Barros, diretor da Aquastock, a adoção de sistemas que realizam o aproveitamento de água de chuva e reuso da água é uma atitude que precisa fazer parte cada vez mais do planejamento de residências e condomínios. “A água captada em um período chuvoso pode ser utilizada em uma época de escassez, assim como poderia ter ocorrido em 2014 diminuindo a dependência de sistemas públicos de água. As pessoas não percebem que a adoção de um reservatório de água em cada casa pode ajudar a enfrentar períodos de escassez de água e seca e até mesmo evitar o desperdício desse recurso natural no período de chuva abundante”, destaca ele. 

Residência com aproveitamento de água de chuva

Seguindo esse pensamento, há mais de um ano, uma residência localizada na Zona Oeste da capital Paulista, instalou um sistema para o aproveitamento de água de chuva. Segundo a proprietária Katja Rotermund, diminuir a dependência em relação ao uso de água potável para algumas atividades no dia a dia, sempre foi uma de suas preocupações, pois, preservar um recurso natural que vem se tornando cada vez mais escasso é uma das formas de evitar a falta desse bem para as futuras gerações. 

No inicio de 2014, mesmo com uma quantidade menor de chuva, a água captada pelo sistema de aproveitamento de água de chuva instalado pela empresa Aquastock (www.aquastock), foi capaz de gerar mais de 30% de economia na conta de água. “ Utilizamos água da chuva para vasos sanitários, máquina de lavar roupa e torneiras do jardim. “ Hoje a cisterna e a caixa de água têm capacidade para armazenar cerca de 3 mil litros, o que ajuda a amenizar a dependência de água da minha residência em relação à água potável oferecida pela rede pública”, destaca ela. Com o baixo nível de água das represas do Estado de São Paulo, Katja as chuvas que caíram com mais intensidade nos últimos dias, ajudou no armazenamento de água para várias atividades do dia a dia, assim como na limpeza dos vasos sanitários e até mesmo na hora de molhar as plantas, e com isso evitou o uso e  desperdício de água potável que pode ser usada em outras atividades. 

O principal componente do sistema para o aproveitamento de água de chuva na residência é o Filtro WISY WFF100, instalado entre a tubulação de água de chuva e a cisterna (reservatório inferior).  O filtro elimina as sujeiras grosseiras automaticamente, evitando o acumulo de matéria orgânica na cisterna. Para garantir a qualidade da água e eficiência do sistema ao longo dos anos, recomenda-se o uso de todos os demais componentes Freio, Filtro Flutuante e Multisifão (veja no quadro como funciona o sistema completo).Segundo Marcos Barros, hoje o sistema  WISY utiliza um princípio de filtragem de tensão superficial que garante alta eficiência ao separar a água da chuva de impurezas como folhas, galhos, insetos entre outros, com mínima perda de água.

Eficiência dos sistemas para o aproveitamento da água de chuva

Segundo Marcos Barros, diretor da AquaStock, o sistema aproveita cerca de 85% da água da chuva e elimina automaticamente todas partículas superiores a 0,28mm. “A água filtrada pode ser utilizada para irrigar jardins, lavar pisos, usar na descarga do vaso sanitário, lavar roupas, carros, objetos, manutenção de piscinas, e pode ser ainda, utilizada em alguns processos industriais ou em sistemas de ar condicionado, e com isso evitar o uso de água potável para esses fins. O sistema pode ser instalado em casas, condomínios e indústrias.

Os Sistema WISY consistem basicamente em 4 etapas ou peças.

A primeira etapa ou peça  é antes da cisterna

1- O Filtro Vortex faz uma a limpeza da água antes de reservá-la.

As outras três etapas ou peças, ocorrem dentro da cisterna:

2- A peça Freio serve para que a água entre na cisterna pelo fundo, lentamente, sem causar turbilhonamento.

3- O Filtro Flutuante, retira a água dentro da cisterna para uso, sempre próxima à superfície, onde ela tem melhor qualidade, está mais oxigenada.

4- A Multisifão tem a função do “ladrão” da cisterna, ou seja, quando a cisterna estiver cheia, extravasa, sem deixar que a água retorne ou entre bichos e insetos, e ainda, tem a função de limpar a superfície da água garantindo sua qualidade durante o armazenamento.

5. Funcionamento - A água da chuva que cai no telhado, é coletada pelas calhas, segue pela tubulação para chegar até o Filtro WISY Vortex que limpa a água com grande eficiência, separando a água de chuva de impurezas como folhas, galhos, insetos e musgo, com mínima perda de água e exigência baixíssima manutenção. Depois da filtragem, a água vai para o reservatório (cisterna), onde é armazenada. Na sequencia, essa água é distribuída para os pontos de consumo ou enviada para uma caixa d’agua superior que através da gravidade abastece o local.